Brasil

“Toda a fonte do mal é a Folha de São Paulo”, diz Bolsonaro

0
Bolsonaro critica Folha de São Paulo em entrevista ao jornalista José Luis Datena (Crédito: Reprodução/ Facebook/ TV Bandeirantes)

O presidente da República Jair Bolsonaro (PSL) voltou a fazer críticas à imprensa, sobretudo ao jornal Folha de São Paulo, em entrevista concedida ao jornalista José Luiz Datena, apresentador do programa Brasil Urgente, da TV Bandeirantes, na última quarta-feira, 27. “Toda a fonte do mal é a Folha de São Paulo“, disse.

Bolsonaro referia-se a matérias que afirmaram que ele elogiou o ditador Augusto Pinochet durante sua visita ao Chile entre os dias 21 e 23 deste mês de março, atitude que foi negada por Bolsonaro. O presidente garante que sequer tocou nesse assunto durante a viagem.

De fato, não há qualquer registro de que o presidente falou sobre o ditador na visita diplomática ao Chile. A própria Folha de São Paulo, após o ataque de Bolsonaro, afirmou que as declarações dele sobre Pinochet são de uma entrevista de 2015, quando ele disse que “Pinochet fez o que tinha de ser feito”. Retirar falas do contexto original e dar a entender que elas são recentes é uma das estratégias para criar desinformação.

“A imprensa maldosamente… um jornal bota, escreve. Geralmente é a Folha de São Paulo que começa com tudo, toda a fonte do mal é a folha de São Paulo. Não, não tenho obsessão (pela Folha), ela que tem por mim, é o contrário. Publica uma mentira dessa, mentira porque não tem isso em lugar nenhum, tudo o que fizemos lá foi filmado, fotografado, e vai pra esse lado”.

Jair Bolsonaro

Extrema-imprensa, pornografia e impeachment

Publicação anterior

País Muçulmano adota pena de morte para homossexuais e adúlteros, baseado no Alcorão

Publicação seguinte

También te puede interesar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Más en Brasil