Economia

2019. Grupo Reijers mira exportar 1,5 milhão de hastes para o mercado europeu

0
Crédito: divulgação.

O Grupo Reijers, maior produtor de rosas do Brasil, visa exportar sua produção para o mercado europeu ainda este ano. A informação é do diretor e proprietário do Grupo, Roberto Reijers. Segundo ele, o objetivo da empresa é atingir 1,5 milhão de hastes enviadas para o Velho Continente. “O hub (Air France-KLM) tem viabilizado as exportações. O que precisamos fazer é adequar a produção e as cores ao mercado europeu, já que lá existem algumas particularidades”, destacou. Hastes de rosas, gypsophilas e outras variedades de flores devem ser exportadas.

     Atualmente, 100% da produção é destinada para o mercado interno. Mas a meta é ambiciosa: vender 30% do que se produz para o mercado internacional. Entre os destinos está a Holanda. “Eles distribuem as flores para toda Europa. Por lá, o predomínio das cores são as tonalidades mais claras e botões menores, diferente do Brasil”, explica.

Hub aéreo

Já se passarem dez anos desde a última carga enviada pela Reijers ao exterior. Em 2019, o Grupo finalmente deve aproveitar as possibilidades do hub aéreo. O cenário atual é favorável, segundo Roberto Reijers. “Já estamos fazendo estudos de mercado e eu acredito que o custo para exportar vai cair. Conversamos com as companhias aéreas e eles estão realmente dispostos. Têm muito interesse em exportação de flores”, detalha.

     O diretor do grupo observa ainda que o frete é um grande entrave às exportações. “É competitivo lá fora, temos outros grandes países exportadores como Quênia, Etiópia, Colômbia e Equador”, aponta.

Reijers

Com 60 hectares destinados ao cultivo na região da Serra da Ibiapaba, o Grupo Rosas Reijers produz 300 mil hastes por dia – 100 mil só de rosas. As expectativas positivas também estão em sintonia com a geração de trabalho prevista para este ano na empresa: o número de postos diretos deve saltar de 510 para cerca de 1.000 empregos.


Documentário do “Brasil Paralelo”, que sofreu censura de cinemas, é lançado no YouTube

Publicação anterior

Sergio Moro entra no Twitter para comunicação direta com o cidadão

Publicação seguinte

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *